LEMINSKI

Deixo vocês com o cartum do Paulo Stocker, em homenagem a outro Paulo, o Leminski, que faria 64 anos hoje. Ademir Assunção, durante a semana inteira, publicou em seu blogue um ensaião sobre o poeta, ilustrado com fotos charmosas, manuscritos e esta imagem que roubei.

Aproveitem, através dos links espalhados neste post.

Eu deixo um beijo na amiga Estrela. E volto quinta-feira. Até!

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (com Suzana Santos, aos sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM e reprise na Timbira AM, às 21h). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

2 comentários em “LEMINSKI”

  1. um dia a gente ia ser homeroa obra nada menos que uma ilíadadepoisa barra pesandodava pra ser aí um rimbaudum ungaretti um fernando pessoa qualquerum lorca um eluárd um ginsbergpor fimacabamos o pequeno poeta de província que sempre fomospor trás de tantas máscarasque o tempo tratou como a flores

  2. Nada mais importa, q um simples beijo… um simples olhar… um simples toque de mãos…Nada mais importa…Nada mais importa…Nada mais importa…

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s