PAULINHO PEDRA AZUL: SÃO LUÍS EM DUAS SESSÕES


[Jardim da fantasia (1982), a estreia. Capa. Reprodução]

Ali pela segunda metade da década de 90 do século passado, quando passei a colecionar discos com mais afinco – eu tinha uns poucos vinis e a partir do cd é que passei a comprar discos com mais frequência, economizando qualquer trocado para adquirir este ou aquele título que me interessava mais – procurava sem cansar um disco de Paulinho Pedra Azul, de início por causa de uma música cujo nome eu sequer sabia.

Já havia dado de cara com o disco em diversas prateleiras, relançamento no formato cd, e nunca me dava conta de que se tratava dele. O rádio ainda era para mim a maior fonte de informação – nunca fui muito fã de televisão e a internet ainda não era realidade em minha vida. Sim, eu sempre vivi no Maranhão, onde as coisas demoram a chegar e com a internet não foi diferente, ao menos para mim.

Um dia acabei adquirindo um disco de Renato Teixeira & Pena Branca e Xavantinho, gravado Ao vivo em Tatuí. Pus o cd para tocar e lá estava a música que eu tanto procurava: Jardim da fantasia, de Paulinho Pedra Azul. Só ali fui descobrir o verdadeiro título da música, que eu chamava, de mim para mim, de Bem te vi, e assim a procurava nas capas dos discos do músico mineiro que ia encontrando em lojas e sebos.

Daí a voltar a uma dessas lojas – ou sebo, não lembro bem – foi um pulo e comprei o, descobriria depois, disco de estreia de Paulinho Pedra Azul, que contava com a participação especial de Diana Pequeno – outra cantora que admiro bastante, por onde anda? – e onde o músico interpretava, além de temas autorais, composições de Fagner e Godofredo Guedes.

O blá blá blá todo aí em cima é para dizer que Paulinho Pedra Azul volta à São Luís depois de dois anos, idade do Clube do Choro Recebe, projeto que surgiu praticamente por conta daquela vinda do músico mineiro à Ilha, e de sua necessidade de trocar informações e experiências, de dialogar, enfim, com outros músicos, o que sempre procura fazer por onde passa.

Não é de hoje a relação do músico mineiro que carrega a cidade natal no sobrenome com a capital maranhense. Little Paul Blue Stone – nome que bem lhe poderia ter sido o artístico já que, como quase todo músico que tenha iniciado a carreira na década de 60 do século passado, o autor de Jardim da fantasia, ainda seu maior sucesso, também foi um dia cover dos Beatles, na banda The Giants, onde começou – acaba de lançar seu 21º. disco de carreira, Lavando a alma.

Se não há outra Jardim da fantasia, Paulinho Pedra Azul não foi parar no limbo dos one-hit-wonders – que são tantos – ou daqueles que, tendo ao menos dois hits, desatam a lançar o mesmo disco a cada ano que passa: greatest hits, the best of, as dez mais, os grandes sucessos, melhores momentos, ao vivo, acústico e similares.

Em Lavando a alma, Paulinho Pedra Azul nos apresenta sua faceta poeta – algo não novo aos que acompanham seu trabalho desde sempre ou a qualquer tempo – deixando a cargo de Paulo Henrique as melodias: todo o disco é assinado por eles em parceria. Parceria, aliás, batiza a faixa que encerra o trabalho. Marcelo Jiran é o coringa que acompanha Paulinho Pedra Azul, aparecendo em todas as faixas pilotando os mais variados instrumentos. É Jiran quem acompanhará Pedra Azul no show que ele faz em São Luís, nesta quinta (3) e sexta-feira (4), no Teatro Arthur Azevedo, às 21h, com produção de Leandro Gomes – o homem que “sempre” traz o mineiro à Ilha.

Lavando a alma, o disco, refaz paisagens sonoras a que já estão acostumados os fãs de Pedra Azul. O ar interiorano, certa melancolia, música para tocar a alma e o coração. Ou melhor, para lavar a alma e o coração. No show, o repertório do disco e alguns de seus grandes sucessos. Chatos: não precisam gritar por Jardim da fantasia tão logo o artista suba ao palco. Sempre rola; basta esperar.


[Lavando a alma (2008), o mais recente. Capa. Reprodução]

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s