Vias de Fato nas bancas


Capa. Reprodução. Clique para ampliar.

Nesta edição (17) assino matéria sobre o Baile do Parangolé, que celebrou os 32 anos da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) no último dia 12 de fevereiro, e entrevisto o poeta Paulo Melo Sousa, o Paulão, que vem capitaneando com sucesso o Papoético, descontraído debate-papo sobre cultura, arte e o que mais pintar (que em breve ganhará blogue). Flávio Reis assina um longo artigo sobre O Monstro Souza, de Bruno Azevêdo, que em breve reproduziremos cá no blogue.

Leia aqui as manchetes do Vias de Fato de fevereiro, já nas melhores bancas da cidade.

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (com Suzana Santos, aos sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM e reprise na Timbira AM, às 21h). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

4 comentários em “Vias de Fato nas bancas”

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s