Obituário: Alencar Sete Cordas

Faleceu na noite de ontem o músico cearense José de Alencar Soares, o Alencar Sete Cordas, que vivia em Brasília/DF, desde o final dos anos 1970. Ele sofreu um infarto logo após tocar no Clube do Choro da capital federal, de onde era habituè e de que foi um dos fundadores. Ainda houve tentativa de reanimação no Hospital de Base, mas ele não resistiu.

Alencar dedicava-se também ao ensino do sete cordas, primo menos conhecido do violão, notável nas mãos de nomes como Raphael Rabello, Yamandu Costa, Zé Barbeiro e do próprio Alencar, de quem ganhou o sobrenome artístico.

Tinha 60 anos. No vídeo acima, ele e Jorge Cardoso (bandolim) desfilam a beleza de Santa Morena (Jacob do Bandolim). Leia aqui uma bela matéria do amigo Daniel Cariello, hoje radicado na França, sobre o músico.

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (com Suzana Santos, aos sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM e reprise na Timbira AM, às 21h). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s