Cartão postal

Patrimônio esburacado da humanidade

Este blogue sempre teve o maior orgulho de sua cidade-sede. Continua tendo. Mas, paciência! Acima, um flagrante do descaso cotidiano, uma cratera na esquina das ruas do Alecrim e Pespontão, no Centro da Ilha, em frente ao tradicionalíssimo Bar do Jósimo. Alguma alma bondosa, sem eufemismos ou trocadilhos, enfiou um pau no buraco a fim de avisar motoristas e/ou pedestres distraídos, que aqui as moças há tempos não pisam nos astros.

Aqui iniciamos a série Cartão postal, que, aperiódica, irá catar coisas do tipo até os “400 anos” da Athenas Brasileira (que nos últimos anos fechou quase todas as suas livrarias, assunto para outro post).

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (com Suzana Santos, aos sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM e reprise na Timbira AM, às 21h). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s