De clássicos (para o dia começar e terminar bem)

O clássico de ontem terminou bem. Pra começar idem a segunda-feira, alguns outros:

Choro nº. 1, de Heitor Villa Lobos, por Turíbio Santos.


Um medley com Pedacinhos do céu, Delicado e Brasileirinho, todas de Waldir Azevedo, por Danilo Brito, bandolinista que aqui aparece tocando cavaquinho, instrumento de origem do autor.

Brejeiro, de Ernesto Nazareth, com o Conjunto Época de Ouro.


Santa Morena, de Jacob do Bandolim, com o Trio Madeira Brasil.


E pra fechar o clima animadíssimo da Banda Mantiqueira, com Segura ele, do aniversariante do dia, Pixinguinha, propósito da data de hoje ser o Dia Nacional do Choro.

E a segunda-feira certamente vai terminar bem e bonita:

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (com Suzana Santos, aos sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM e reprise na Timbira AM, às 21h). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s