Bicicletas zunindo a cidade

Ontem à tarde pedalei do Rio Anil Shopping até a Praça do Pescador, na Av. Litorânea. Quem me conhece para além de ler o blogue sabe de meu sedentarismo confesso e queda por cerveja, churrasco, pastel de queijo, ovo frito e iguarias do tipo. Um percurso e tanto, portanto, para quem há alguns anos não pegava em uma bicicleta.

Era um passeio ciclístico organizado pelo professor de Educação Física e Capoeira Nelsinho, candidato a vereador em São Luís pelo PT, sob o número 13.555, a quem declarei apoio já há algum tempo, embora as obrigações cotidianas me tenham impedido de participar mais ativamente da campanha.

A “pedalada” ou “bicicletada” foi bonita e emocionante. Mais de 40 ciclistas, mesmo os que, como eu, não pedalam cotidianamente, se fizeram presentes. Bicicletas e bandeiras coloriram as avenidas, nenhum ciclista pago para estar ali, as bandeiras carregadas pela militância, simpatia e amizade, gratuitamente.

Abre parênteses. de manhã perdi uma foto emblemática. Quando o carteiro chegou e meu nome gritou com um embrulho na mão, desci apressadamente para atendê-lo e, não levando a máquina, deixei de fotografar “militantes” pagos, que carregavam bandeiras de uma candidatura à prefeitura, pedindo água na casa de uma vizinha minha. Fecha parênteses.

“Para limpar a merda das praias, limpe a merda da política!”, “Nelsinho, 13.555, do PT cheiroso, não do PT catingoso”, “Ninguém aqui recebeu um centavo para pedalar ou carregar bandeira!”, foram algumas das palavras de ordem gritadas de um carro de som que acompanhou os ciclistas durante o percurso. O blogueiro atesta: pedalou, não de graça, mas acreditando em “uma nova cultura política”, slogan da campanha, em uma cidade melhor para se morar, trabalhar, viver enfim.

Abaixo, alguns registros da emocionante, agradável, memorável tarde de ontem. Só quem foi sabe o que foi!

O candidato Nelsinho à frente de uma pedalada com mais de 40 ciclistas

 

Jamaica, notório torcedor do Sampaio Correia, na pedalada que reuniu bolivianos, motenses, atleticanos e outros seres…

 

Parte dos 40 ciclistas que encararam o percurso com Nelsinho

 

O blogueiro com a sobrinha: suando um bocado…

 

A dispersão na Praça do Pescador: blogueiro que declarou apoio faz o V da vitória

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM) e o Radioletra (com Suzana Santos, aos sábados, às 20h45, na Rádio Universidade FM e reprise na Timbira AM, às 21h). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s